// Coiococol

quarta-feira, abril 26, 2017

Retratos

Os retratos continuam e desta vez, retratei os meus amores:)
Cada vez a paixão pelos lápis de carvão é maior e tenho que aproveitar este entusiasmo, não é ?

David: O menino que ri com os olhos. O meu doce furacão. Aquele que fisicamente é a fotocópia da sua mãe, essa coisa mágica e maravilhosa dos genes que nos faz lembrar de como éramos e de como crescemos. Olho para ele e lembro-me de mim com esta idade, por isso foi bom retrata-lo a sorrir.
Um dia, chegou a casa vindo da escola, e cantou-me uma linda canção ao ouvido, ainda hoje a cantamos – especialmente quando ele está triste ou menos confiante porque eu sei que esta canção sempre o animou:

“O indiozinho estava a chorar
queria um cavalo para montar
foi para o prado ao pé do rio
viu um cavalo cheio de frio
O cavalinho estava a tremer
o indiozinho deu-lhe de comer
fez-lhe festinhas foi pró pé dele
trouxe uma manta dormiu com ele
No outro dia partem os dois
ficam amigos sempre e depois
o cavalinho galopa bem
gosta do dono que agora tem.”

O meu cavalinho bravo. O meu doce furacão é tão doce como traquinas e conquista-me sempre com o seu sorriso.



Rodrigo: A minha alma gémea.
Se o David é igual por fora o Rodrigo é igual por dentro, e é ele a metade da minha laranja, aquele que sente como eu sinto, pensa o mesmo que eu e diz exatamente o que eu digo.
Fica triste com coisas que também me deixam triste e dá pulos de alegria com aquilo que também me deixaria em êxtase.
É o meu sentimentalista, aquele que vive tudo intensamente:  o mau mas também o bom.
O menino que me diz: “Amo-te tanto, tanto!”
O que adora futebol, e com 3 anos cantarolava o Hino Português dia sim, dia sim.
É o meu menino que está a crescer rápido demais e que adorou o seu retrato realista.



Tudo no site :

Beijos, Carla 



sexta-feira, abril 21, 2017

Almofada Provençal


Almofadas em casa nunca são demais .
Parece que temos que ter sempre mais alguma, porque aquela sim, aquela nova almofada é  que nos vai dar o conforto que estamos à espera.
Aquela nova almofada é que tem o tamanho ideal, a forma que andamos à procura, o nosso estilo e as cores que nos dizem tanto.
Parece que há mil e uma desculpas para ela vir parar à nossa casa e transformar a nossa sala ou o nosso quarto. E quem sabe até transformar os nossos sonhos 🙂
E o post completo está no site :

Beijos e bom fim de semana,
Carla .


terça-feira, abril 18, 2017

Um DIY de como renovar um abajur de candeeiro

Hoje é o último dia de férias dos miúdos, passaram duas semanas a voar e sem nos dar-mos bem conta disso.

Aqui há uns tempos fiz uma renovação de um abajur de candeeiro já gasto pelo tempo.
Hoje mostro-vos esse passo a passo :)
É um tutorial bem simples e fácil de fazer e podem consulta-lo aqui  no site:



Beijos, Carla 





quinta-feira, abril 06, 2017

Madre Teresa de Calcutá


Retratar alguém não é fácil e às vezes os outros vêem defeitos onde nós  não vemos ou vice versa . Por isso é que quanto maior for a prática , maiores são os resultados .
Mas para mim retratar alguém com marcas do tempo , rugas, expressões de idade , cabelos brancos e por aí são os retratos que mais prazer me dão . Talvez por ter que trabalhar mais , talvez por querer demonstrar o sentimento da pessoa  na expressão facial do papel e talvez porque se troca muito de lápis :)))) 

Religiões à parte ,  Madre Teresa de Calcutá  foi uma pessoa que ficou conhecida por sua bondade , por ser mediadora dos pobres, pedindo e ajudando aqueles que viviam em condições subumanas .
A sua devoção e generosidade foi conhecida no mundo inteiro e o Papa João Paulo II nomeou-a como embaixadora das nações .


Eu quis retrata-la na sua devoção , compenetrada nas suas orações e pedidos . Olhando agora para o retrato vejo que podia não ter "carregado" em algumas rugas , mas tudo é aprendizado e um dia ainda chego lá :)

Espero que tenham gostado !
beijos, Carla .






terça-feira, abril 04, 2017

Site Coiococol

A vida é assim , perdemos de um lado para ganhar em dobro de outro .
Se por um lado caímos , por outro temos que nos levantar para seguir em frente e são essas as emoções que dão vida !
Então a bem dizer , nada se perde , tudo se transforma :)

Senti que estava na hora de crescer mais um bocadinho em relação à nossa marca , a marca que me acompanha há 10 anos e da qual tenho tanto orgulho . A marca que todos os dias me alegra porque também ela é o meu foco . A marca que nasceu com este blogue e agora transformada num site :



Há razões de sobra para celebrar , e hoje é dia de celebrar a inauguração do Site Coiococol  !

Ainda não vou deixar este blogue de vez , compreendo que não seja de um dia para o outro que , quem nos acompanha , se "mude" connosco , mas é uma coisa que com o tempo irei fazer .
E escolhi um pequeno apontamento do escritor Antoine de Saint-Exupéry para esta renovação :

"É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou.
Entregar todos os teus sonhos porque um deles não se realizou,
 perder a fé em todas as orações porque em uma não foi atendido,
 desistir de todos os esforços porque um deles fracassou.
É loucura condenar todas as amizades porque uma te traiu,
 descrer de todo amor porque um deles te foi infiel.
É loucura jogar fora todas as chances de ser feliz porque uma tentativa não deu certo.
Espero que na tua caminhada não cometas estas loucuras.
 Lembrando que sempre há uma outra chance,
uma outra amizade,
um outro amor,
uma nova força.
Para todo fim um recomeço!
Antoine de Saint-Exupéry "
<3 span="">

Espero que nos continuem a acompanhar :)
beijos, Carla .





segunda-feira, abril 03, 2017

Doudou para o enxoval de um bebé

Certamente já ouviram falar nos Doudous para bebés e crianças , os Doudous são peluches de forma plana feitos com  tecidos muito suaves  que ajudam a criança a acalmar-se, a descansar e a sentir-se segura.

A criança estabelece uma relação de afeto com este brinquedo , é quase que uma mãe portátil pois pode ter o odor da mãe , algo que lhes transmite muita segurança e conforto . 





Este Doudou foi pedido pela Natália  para o enxoval do seu anjo Gabriel que já nasceu e veio trazer aquela familia mais felicidade ainda :))
Este Doudou tem ainda a particularidade de ter uma fita para a chucha . 



Beijos , 
Carla 


quarta-feira, março 29, 2017

Decoração da Páscoa

Já tinha dito que este fim de semana de chuva foi para nós o fim de semana ideal para iniciar as decorações da Páscoa .
Não tinha por hábito decorar a casa para a Páscoa , mas os meus meninos gostam deste tipo de coisas e fui fazendo a vontade um ano , depois outro e agora já é quase uma tradição . 

Não compro nada de especial , como podem ver nas imagens as cascas são de ovos utilizados , o musgo artificial já o tinha de decorações anteriores , a coroa também e assim conseguimos uma decoração simples e alusiva à época .

 Claro que a parte que eles mais gostam são os chocolates !!! ( E para falar a verdade eu entendo-os tãoooo bem ! )
 Coelhos, ovos e tudo o que tiver chocolate  marcha cá em casa e pasmem-se mas  de vez em quando dou com um coelho com a cabeça comida e fico com a sensação que a bomboneira com os ovinhos estava mais cheia ...
Mas como é óbvio isto são tudo alucinações minhas :)) cof cof !




A madeira dá sempre aquele ar natural que eu tanto gosto e o rosa das flores destaca-se do verde do musgo .





E como somos mesmo  muito gulosos , tinha que haver um bolinho para o lanche , afinal puxar pela cabeça para ter ideias de decoração cansa muito :))))


Beijos ,
Carla



segunda-feira, março 27, 2017

Raposinha

O fim de semana foi de trabalho pois tinha peças para acabar e para fotografar , os meninos  tinham que estudar para os últimos testes e entregar os últimos trabalhos antes das férias ... e depois com tanta chuva nem apetecia sair para lado nenhum só porque sim . 
Foi portanto um fim de semana bem caseirinho .

Com a Páscoa a chegar e porque acho que estou a habituar muito mal estes meus meninos , que já reclamam decorações :) aproveitámos também para decorar a casa para a Páscoa . 
O Rodrigo gosta de dar sugestões de decoração , tem jeito para a "coisa" e quando acedo aos seus conselhos fica todo orgulhoso ;  para o David está sempre tudo bem desde que possa ir  comendo alguns chocolates pelo meio  :))
Espero mostrar-vos tudo ainda esta semana .


Entretanto mostro-vos uma raposinha que seguiu viagem e que ainda aproveitou as tulipas que estiveram cá em casa para a sessão fotográfica  :)


Os moldes já não são novidade , são da Tilda e estão completos no livro .



Beijos e boa semana, 
Carla 


quarta-feira, março 22, 2017

Nelson Mandela

Pronto , agora vocês já sabem que isto tornou-se um verdadeiro vicio , e que todos os vicios podem tornar-se perigosos :)))
O meu também está a ficar assim ... para lá de perigoso :)))

Retratei o Homem que lutou pela igualdade racial , Nelson Mandela -  ele que proferiu frases que ficaram na memória de muitos :

" Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da sua pele ,
por sua origem ou ainda por sua religião .
Para odiar, as pessoas precisam aprender ,
e se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar ."

Ou ainda :

" A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo . "

E tantas , tantas outras ...


Mandela ganhou um Nobel da Paz por trazer Paz ao seu país , 
esteve muitos anos preso e só aceitou sair da prisão quando teve garantias de que todos os outros prisioneiros políticos seriam libertados como ele . 


Espero que gostem ;)
Beijos, Carla 


segunda-feira, março 20, 2017

Mini Garden

Não , não tenho nenhum jardim :) Ainda ! E esta palavra é tão importante :)))
Quem me conhece sabe que eu preciso de flores , mas preciso mesmo ! Assim como de oxigénio para respirar e dos meus filhos para beijar .  As flores deixam-me serena e têm um efeito sobre mim que não sei explicar .

Gosto de mexer na terra e de cuidar das plantas , tenho pena de não ter um espaço grande para me dedicar mais à jardinagem , equipo-me com luvas e  tesoura e estou pronta para mais umas horas de jardinagem . A imagem das velhinhas a falar com as suas plantas quase podia ser o meu retrato , porque também eu vou falando com elas e rio e também choro quando me apetece .
A minha casa costuma ter jarras com flores e quando não tem por alguma razão sinto-a despida . Nua . Vazia . E triste .


Resolvi criar um cantinho dedicado à jardinagem aqui em casa e assim que vi este papel da oficinarustica  tive a certeza de que tinha que ser ele e fazer parte da decoração  do meu mini garden .


Flores, ervas aromáticas e até suculentas fazem parte do meu pequeno jardim  e hoje , dia em que começa a Primavera , é o ideal para vos mostrar pela primeira vez o quão bonito ficou  .
Já vos falei algumas vezes que tenho um estilo a puxar para o romântico e até tenho a sorte de ter um marido que liga tanto a decoração como eu ligo a futebol - nicles !
Então , para todos os efeitos quem manda e desmanda sou eu [ bom ! desde que não coloque aqui nenhum cachecol do SLB pendurado , claro !! ] 



Ficou exatamente como eu queria , clarinho , de cores suaves e o verde das plantas destaca-se do papel de parede . 
Digam-me vocês o que acharam , gostaram do meu mini jardim ?




Beijos e boa semana , 
Carla 


quinta-feira, março 16, 2017

Piquenique

A minha estação  preferida está a chegar ,
 os dias maiores e cheios de  sol também já vão dando o ar da sua graça ,
 e nós como adoramos  andar a passear pelo campo nada melhor que aproveitar e fazer belos piqueniques em francês ou picnics em inglês  .
O verde como imagem de fundo e o som da água a correr é o cenário perfeito para vê-los depois aos dois a correr e a descobrir o mundo . Atiram pedras para ver qual delas chega mais longe , correm atrás das borboletas que nunca vêem aqui na nossa zona onde reina o fumo dos carros e conversam com pessoas que nunca viram . 
São livres . 
São livres e sente-se que estão felizes . 

Saímos equipados , 
não ter horas para regressar e deixar-se estar até que nos apeteça é sempre a melhor possibilidade ainda mais quando há bolinhos à nossa espera guardados na cesta de piquenique :))




A paisagem é perfeita , se estivesse o tempo mais quente até molhávamos os pés ou até quem sabe se não nos refrescássemos mais . 

Eles pediram para voltar no Verão , nós concordámos porque eles não sorriram só com os lábios mas também com o olhar , encantados com a possibilidade de serem livres por mais tempo .

Muitas vezes culpo-me por ter escolhido morar na cidade , onde os meus filhos são presos e têm uma vida monocromática e culpo-me mais ainda quando lhes damos a possibilidade de ver outras coisas e os sentimos realmente felizes ... porque depois temos que vir embora e recomeçar tudo outra vez e a sensação com que fico é a de que lhes arrancámos o arco-íris das mãos .





Beijos, Carla 


segunda-feira, março 13, 2017

Reutilizar frascos com verniz

Nuns dias em que quase não existiu sol aqui por estes lados e em que o tempo teimava em manter-se fechado decidi dar uma reorganização nos meus vernizes , descobri aquilo que já calculava , alguns deles já estavam em condições pouco próprias para serem usados . Então , lembrando-me de um DIY que vi há tempos no Pinterest e que me causou bastanta curiosidade , pus mãos à obra e lá fui eu experimentar este tutorial .

Se saiu perfeito ? Mais que perfeito :)))
Fiquei encantada com o resultado e bastante feliz por dar uma nova vida a um frasco de vidro  e por saber que também não desperdicei o dinheiro gasto nos vernizes .


Material necessário  :

* frascos de vidro 
* verniz 
* acetona 
* pelicula aderente de cozinha para não entornar 


Coloquei uma parte de verniz e de acetona em quantidades iguais dentro do frasco ( também podem colocar a acetona dentro do frasco do verniz e misturar agitando bem ) . Tapei com pelicula de cozinha e fui rodando o frasco de maneira a que a tinta se espalhasse de maneira igual nas paredes e fundo do frasco .
Retirei a pelicula para ajudar a secar mais depressa , sempre com o cuidado de ir rodando de vez em quando .


Quando ficou seco decorei com uma fita e um laço .



Espero que tenham gostado ! 
Beijos, Carla .



quarta-feira, março 08, 2017

Espelho meu , espelho meu ...

... existe alguém que adore tanto almofadas como eu ??
E tecidos românticos de cores claras ?
E lacinhos ou fitinhas ?
Espelho meu por favor, diz-me que não sou eu a única a ser assim !

Costumo dizer que numa outra vida  nasci no meio de um estilo provençal , e o que para muitos pode ser enjoadíssimo , para mim é uma paixão bem intensa , e ainda bem que nisto dos gostos cada um tem o seu  :)
Provençal vem de Provence , situada no sul da França e que batizou este estilo amoroso que tanto gosto , é um lugar bem conhecido por causa dos seus campos repletos de lavandas e do seu perfume  natural  . 

Adoro os padrões suaves com flores estampadas , os lençois brancos com rendas , as mobilias trabalhadas de cores claras e todo o toque de romantismo ligado a este estilo . Às vezes em conversas com amigos percebo que identificam este estilo a uma decoração muito cheia , a casa muito preenchida e não tem que ser assim , aliás quanto mais leve estiver a casa mais leve estará a nossa cabeça .





Beijos, Carla 


segunda-feira, março 06, 2017

Nicolau Breyner


Lembro-me deste senhor entrar muitas vezes pela televisão lá de casa , eu era pequena e só havia um canal televisivo , a RTP . E era por ali que ele entrava como ator , como apresentador ou como realizador - que para falar a verdade , na altura eu nem sabia muito bem o que era isso de ser realizador . 

Quando comecei a crescer e escolher as minhas leituras , descobri que era primo da escritora Sophia de Mello Breyner , a minha escritora preferida , e passei a olhar para o Nicolau Breyner  não só como ator, apresentador e realizador , mas sim como "o primo" . 
Acho que foi aí que me deu aquele click que as "pessoas famosas" têm familia e não são aquelas pessoas inquebráveis que só aparecem na televisão . São filhos de alguém ,  primos de alguém , pais de alguém , amigos de alguém ... e por aí .



Quando  morreu em Março de 2016 ,  pensei desenhá-lo mas , havia sempre coisas para fazer e nunca foi uma prioridade, confesso . 
Até que resolvi mesmo pegar nos lápis e desenhar o Nicolau Breyner que para além de ator, apresentador e realizador , era filho de alguém , pai de alguém , amigo de alguém e primo da minha  querida Sophia de Mello Breyner - aquela que me fez chorar com tantas palavras e rir desbocadamente com tantas outras . 

Tenho dedicado  muito mais tempo ao desenho , e tenho notado melhorias a cada desenho que faço . Um retrato realista não pode ser acabado em minutos , eu pelo menos não o consigo fazer .  Levo horas a terminar o meu retrato , muitas horas mesmo  , mas é o que pretendo , que seja o mais realista possível e não um esboço no papel . 
Confesso que no inicio me aborrecia um bocadinho por não ver logo os resultados que queria   e perdia a paciência mas comecei a ver esta técnica de maneira oposta - não quero perder a paciência mas sim ganha-la . E tenho reparado que controlar a paciência é ótimo para a mente :)))

Beijos, Carla 






quinta-feira, março 02, 2017

Melhor de Mim


Dizem que há músicas da nossa vida , e eu acredito .
 Pelo menos acredito que há músicas que podem dizer muito de nós ou do que estamos a viver .
E esta letra é a minha vida neste momento , para além de ser uma fã incondicional da Mariza , esta letra diz tudo o que preciso saber para seguir em frente , caminhando e buscando a luz . 
Os dias cinzentos não duram para sempre , as lágrimas vão secando e a dor vai amenizando .
Senti necessidade de hibernar mas não me sinto infeliz, nunca senti !
Sempre soube que tenho muito a agradecer e olhando para a minha familia consigo acreditar sempre num dia melhor .

É engraçado sentir que depois de momentos menos bons nos enchemos de força e renascemos ainda com mais vontade de fazer melhor ,
 pelo menos por mim falo , que depois da inércia veio uma inspiração maior ,
 uma vontade de amar mais , de me dedicar mais , de dizer mais vezes aos meus filhos e ao meu marido que os amo , de olhar para mim mesma e gostar do que vejo .
Inspirar-me com o meu minusculo atelier e deliciar-me com os tecidos e o que vou conseguindo fazer com eles , de ouvir musica , de olhar para cada canto da minha casa e dedicar-me a ele com o carinho que merece , afinal é a minha casa , a nossa casa !

Também gostava que este blogue se tornasse mais numa espécie de diário do que o vir aqui "despejar" fotografias de trabalhos ... E é  a vida que segue e não espera pela gente , como diz a Mariza e eu também sei que o meu destino na vida é maior do que Fevereiro foi para mim .

Beijos, Carla 



terça-feira, fevereiro 21, 2017

Vida real




Pensei , repensei e voltei a pensar mil vezes se deveria escrever alguma coisa neste momento ou não , mas a minha vida é real e não cor de rosa  .  Tendo uma vida real , acontecem coisas boas e menos boas  e ao ler este post no blogue  asnovenomeublog  eu revi-me ali , naquele texto, naquelas palavras e com aquele sentimento .

Tenho vontade de voltar , mas calma , as minhas arcas cheias de mágoas ainda doem muito .
Até já .
Carla 


"Somos todos uns sentimentais e por isso demoramos no que nos dói.
 Temos o choro fácil que dá ou não dá em lágrimas, guardamos as dores cheias de pormenor enquanto as felicidades ficam por ali, confusas, com algumas caras, alguns sons, incertas e vagas.
 Lembramos os sapatos que calçávamos quando alguém morreu, 
a hora da notícia, 
o programa que passava nesse instante e até as vergonhas que pensámos.
  Folheemos as páginas do riso e pouco encontraremos, algumas frases, momentos caricatos, elementos de uma paisagem. 
Pouco e mal contado, estávamos distraídos, demasiado ocupados na felicidade para lhe fazermos o retrato. 
Somos tolos e sentimentais,
 temos arcas cheias de mágoas que não esquecemos e que abrimos a todo o momento a ver se ainda nos doem,
 e doem sempre.  
Descuramos o arquivo do bem que apesar de tudo nos vai acontecendo.

- Nuno Camarneiro, Debaixo de algum céu. "

segunda-feira, janeiro 30, 2017

Boneca de pano

Em criança tive algumas destas bonecas , feitas pela minha Avó .
 Já referi aqui no blogue algumas vezes que os retalhos de tecidos eram sempre usados para alguma coisa nova , mesmo que esses retalhos já estivessem gastos pelo tempo e por vezes até com a sua cor alterada .
Não importava nada porque a expectativa de nascer o que ia ser a novidade, fazia com que os velhinhos panos se transformassem nos mais bonitos e vistosos .
É inevitável não pensar nesses momentos cada vez que faço uma boneca de pano , é quase um voltar atrás no tempo e eu voltar a ser aquela menina pequenina que se aninhava no colo da Avó e pedia histórias  .
Hoje tenho as bonecas mas a minha Avó já não está presente , não fisicamente ,mas continuo a acreditar que ela está comigo .





Beijos e boa semana,
Carla.